قالب وردپرس درنا توس
Breaking News

Agressão da Arábia Saudita ao Iêmen deixa 3 mil mulheres mortas

A campanha de agressão liderada pela Arábia Saudita contra o Iêmen deixou cerca de 3.000 mulheres mortas, segundo o ministro da Saúde do Iêmen.

Desde o início da agressão de Riad e seus aliados regionais contra a população iemenita, os “brutais” atentados sauditas custaram a vida de “3.000 mulheres”,  entre outras fatalidades,lamentou o chefe de saúde do Iêmen, Taha al al -Mutawakel, em declarações feitas em uma conferência realizada na Faculdade de Medicina da Universidade de Sana (capital do Iêmen).

Al-Mutawakel também destacou a resistência mostrada pela nação iemenita em face dos ataques aéreos constantes da Arábia Saudita. “A ofensiva não conseguiu influenciar a tenacidade do povo iemenita. A coesão e determinação dos iemenitas aumentou antes do assassino saudita “, sublinhou.

A agressão da Arábia Saudita e seus aliados contra o Iêmen recebeu múltiplas condenações de diferentes países e organizações internacionais, que repudiaram que os bombardeios sauditas são dirigidos contra a população civil, assaltos nos quais milhares de mulheres e crianças inocentes perderam suas vidas, além de causar a “pior crise humanitária do mundo”.

www. parstoday.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *