قالب وردپرس درنا توس
Breaking News
akiuf

Unicef chama situação “catastrófico” de crianças iemenitas sob golpe saudita

Em muitas áreas do Iêmen, as famílias não têm nada para comer, exceto as folhas das árvores.

“O conflito fez do Iêmen um inferno para seus filhos”, lamentou Meritxell Relaño, representante da Unicef ​​no Iêmen, na quinta-feira, em entrevista à agência de notícias britânica Reuters.

Relaño também acrescentou que mais de 11 milhões de crianças, ou quase 80% das crianças menores de 18 anos no Iêmen, diante da ameaça de escassez de alimentos, doenças, deslocamento e uma grave falta de acesso a serviços sociais básicos.

Além disso, o diplomata estimou que aproximadamente 1,8 milhão de crianças estão desnutridas no país árabe e quase 400 mil dessa população estão gravemente desnutridas e “lutam por suas vidas todos os dias”.

Em seguida, o representante da Unicef ​​abordou a situação das famílias iemenitas, que vivem sob a agressão da Arábia Saudita sem trabalho e sem renda, e a descreveram como “catastrófica”.

Além disso, o coordenador humanitário das Nações Unidas (ONU), Lise Grande, em comunicado quinta-feira que “o custo humano e o impacto humanitário do conflito é injustificável”, em seguida, chamar todas as partes desta crise para fazer todo o possível para proteger os civis.

O empobrecido país está devastado por mais de três anos de campanha militar liderada pelo regime em Riade, provocando a crise humanitária mais urgente no mundo de hoje na nação de 28 milhões de pessoas, onde acredita-se que 8,4 milhões deles são à beira da inanição e 22 milhões dependem de ajuda.

Os bombardeios da Arábia Saudita e seus aliados, que contam com o apoio dos Estados Unidos, deixaram cerca de 50.000 mortos no Iêmen, segundo um relatório do The Washington Post.

www.parstoday.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *