- Terça-feira
fevereiro 19, 2019

Centro de pesquisa em direitos humanos

3.500 palestinos presos pelas forças de ocupação israelenses no primeiro semestre de 2018

2018/07/11, 02:47


3.500 palestinos presos pelas forças de ocupação israelenses no primeiro semestre de 2018

As forças israelenses detiveram 3.533 palestinos no primeiro semestre de 2018, número que inclui 651 crianças e 63 mulheres, informaram diversas organizações especializadas no assunto.

As forças israelenses detiveram 3.533 palestinos no primeiro semestre de 2018, número que inclui 651 crianças e 63 mulheres, informaram diversas organizações especializadas no assunto.

De acordo com o relatório conjunto do Centro de Direitos Humanos Al Mezan, a Comissão de Prisões, a organização Addameer para os Direitos Humanos e Serviços de Prisioneiros e o Clube de Presos Palestinos; Israel processou 502 prisões administrativas desde o começo deste ano.

O documento afirma que esse número inclui 197 novos pedidos, o que eleva o número total de detidos administrativos a 430 sem acusação ou julgamento.

O relatório detalha que, somente em junho, os prisioneiros eram 464; deles, 117 de Jerusalém; 55 das províncias de Ramalá e Al Bireh; 75 de Al Jalil (Hebron); 29 de Yenin; 51 de Belém; 49 originários de Nablus; 15 de Tulkurm; 30 de Tulkarm; 14 nativos de Qalqiliya, sete de Tubas, seis de Salfit; quatro da província de Jericó e 12 da Faixa de Gaza.

De acordo com organizações não-governamentais, as prisões chegaram a 605 em maio, incluindo 94 mulheres e nove menores.

Cerca de seis mil palestinos estão detidos em prisões israelenses sob acusação de resistir à ocupação; Segundo dados oficiais, há 430 detidos administrativos.

www.almanar.com.lb

palavra-chave(Tag)

3.500 palestinos presos pelas forças de ocupação israelenses no primeiro semestre de 2018

Seu feedback

truthngo sinceramente bem-vindo suas sugestões e dar-lhes prioridade e cuidadosamente verificados.

Seu feedback

A sua opinião

Notícias relacionadas

free website counter