قالب وردپرس درنا توس
Breaking News
AWAWA

Israelenses protestam contra transferência da embaixada dos EUA para Al-Quds

Centenas de israelenses vieram para as ruas sábado na Palestina ocupada rejeitar as políticas do primeiro-ministro do regime de Israel, Benjamin Netanyahu, eo governo dos EUA na cidade palestina de Al-Quds (Jerusalém) territórios.

Pelo menos duas centenas de pessoas tomaram as ruas de Jerusalém para demonstrar seu repúdio a decisão de Washington de transferir sua embaixada de Tel Aviv para Al-Quds, na véspera da data atribuída pela Casa Branca para inaugurar sua nova missão diplomática ; no próximo dia 14 de maio.

Os manifestantes também denunciaram a comemoração, marcada para o domingo, do desfile anual do chamado Dia de Jerusalém pelo regime de Israel para comemorar a ocupação israelense da parte oriental de Al-Quds em 1967.

De fato, os manifestantes denunciaram que as duas iniciativas mencionadas apenas aumentarão a tensão na Palestina ocupada e exigiram que Washington e o regime de Tel Aviv “parem de aumentar as tensões, espalhem o ódio e as provocações que minam as possibilidades de paz”. -israelí.

Durante as marchas, os participantes carregaram faixas dizendo “não queimem Jerusalém”. Além disso, slogans como “nós nos opomos a uma escalada (tensão)” e “Netanyahu, renuncie! A paz vale mais (do que a transferência da embaixada) “, relatou o jornal israelense The Jerusalem Post.

 

A mobilização foi convocada por várias ONGs, como Standing Together, Peace Now e Sof Pitishi, que defendem uma solução de dois estados para resolver a causa palestina.

“Estamos fartos dos políticos cínicos que tentam ganhar capital político às nossas custas. Quem realmente ama Jerusalém, luta por sua educação e infraestrutura, não transfira aqui a embaixada dos Estados Unidos, o que só gerará violência “, criticou a ONG Sof Pitishi em um comunicado.

Em 6 de dezembro de 2017, o governo dos EUA reconheceu o Al-Quds como a capital do regime israelense, uma medida unilateral que causou condenação em todo o mundo. Apesar dessas rejeições, Washington planeja transferir sua embaixada para o Al-Quds, na próxima segunda-feira. A data coincide com o 70º aniversário do Dia da Nakba (catástrofe), que lembra a expulsão de palestinos de suas casas por Israel em 1948.

www.hispantv.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *