قالب وردپرس درنا توس
Breaking News
ONG

ONG revela crimes de militares sauditas e EAU no Iêmen

Uma organização de direitos humanos entregou informações documentadas à Corte Internacional de Justiça (CIJ) em Haia, Países Baixos, que destaca os crimes de guerra cometidos por altos comandantes militares da Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos (EAU) no Iêmen .

A Organização Internacional para o Processo de Criminosos de Guerra anunciou a inclusão de dez pessoas em sua lista de infractores de crimes de guerra, seis deles oficiais militares sauditas sauditas e emirati, e pede que sejam julgados pelos atos atrozes que perpetraram em Iêmen

O referido ONGs indica ter oferecido provas irrefutáveis ​​dos crimes cometidos por esses soldados – três sauditas e três dos Emirados Árabes Unidos – contra os iemenitas.

Entre os crimes, foram relatados estupefacientes contra muitas mulheres e dois prisioneiros, no último caso, quatro soldados estavam envolvidos, uso indevido de força militar, desaparecimento forçado, uso de armas proibidas, prisão arbitrária, tomada de reféns e tortura de detidos.

Na mesma linha, ele denunciou a Arábia Saudita e seus aliados por ignorar o sofrimento da nação iemenita – relatado repetidamente por diferentes ONGs – e usando a cruel tática de manter os civis famintos como uma ferramenta durante a guerra que causou grave crise humanitária no país mais pobre do mundo árabe.

Por sua vez, a organização de direitos humanos Human Rights Watch (HRW) denunciou que a Arábia Saudita viola abertamente os direitos humanos na guerra contra o Iêmen, que usa armas proibidas internacionalmente, como as bombas de fragmentação.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) também informou que cinco mil crianças iemenitas foram mortas ou feridas na campanha militar saudita.

Desde 2015, a Arábia Saudita e seus aliados na região travaram uma guerra contra o Iêmen com o objetivo de restaurar o ex-presidente fugitivo Abdu Rabu Mansur Hadi, um fiel aliado de Riade, no poder. A ofensiva causou o maior desastre humanitário sofrido pelo país, com dezenas de milhares de mortes e milhões de pessoas deslocadas.

www.hispantv.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *