قالب وردپرس درنا توس
Breaking News
DFG

O ministro palestino da educação: informa que Israel tem 340 estudantes na prisão

 

Diante do silêncio e da indiferença das autoridades israelenses, o Ministério da Educação palestino denunciou o domingo o regime de Tel Aviv para manter cerca de 340 estudantes universitários palestinos em suas prisões e exigiu a sua rápida libertação.

De acordo com o site do Centro de Informação Palestino, o ministro palestino da Educação, Sabri Saidam, confirmou que atualmente 340 estudantes universitários estão nas prisões do regime de Tel Aviv.

Falando em uma conferência de imprensa realizada na sede da Sociedade do Crescente Vermelho da Palestina (PRSS), Saidam atacou as autoridades israelenses e acusou-as de planejar e executar violações sistemáticas.

Em particular, ele se referiu a um ataque de agentes clandestinos israelenses contra a Universidade de Birzeit, onde os agentes sionistas entraram no campus do referido centro educacional e detiveram o presidente do sindicato estudantil, Omar al-Kiswani.

Durante a operação das forças israelenses, diz Saidam, abriram fogo contra os presentes na universidade, algo que poderia facilmente ter causado a morte de alguns dos estudantes do referido claustro.

BNL

Por outro lado, exigiu que a Autoridade Nacional Palestina (PNA) apresentasse uma queixa formal às organizações internacionais contra o regime israelense pelas suas políticas discriminatórias e, também, pelo ataque acima mencionado contra a Universidade de Birzeit.

Segundo relatos, mais de 6000 palestinos estão sendo mantidos em prisões israelenses. Centenas de prisioneiros aparentemente foram presos sob a prática de detenção administrativa.

O regime israelense não diferencia entre menores e adultos, de modo que, no momento, existem centenas de menores palestinos presos que, segundo relatos, sofrem com vários tipos de tortura enquanto muitos estão sob prisão administrativa.

www.hispantv.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *